quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

35 - PEQUENO DICIONÁRIO DE PALAVRAS INDÍGENAS

Arapuá: abelha
Açú: grande
Amanda: chuva
Andirá: morcego
Ajubá: amarelo
Abati: milho
Abaetê: pessoa boa
Aimara: árvore
Acará: garça
Abaré: amigo
ANJUKÁ: Bebida feita com a casca da raiz da jurema
Avati: gente loura
Biboca: moradia humilde.
Bocó: espécie de bolsa, sacola de couro. Teria origem em mbocog, segurar. Também com o sentido de tolo.
BORDUNA: Lança, um instrumento de defesa
Butantã: terra dura,firme
Cambuci: pote
Cari: homem branco
Curitiba: muito pinhão
Coroaci: terra de frente para o sol
Curumim: menino
CAPANGA: Um tipo de bolsa que usamos para viagens e caças.
Ereré: Canoa dos marrecas.
Goiás: da mesma raça, igual
Grajaú: pássaro que come
Guirá: pássaros
Guarujá: Viveiro de guarus
Guaiúba: bebida da lagoa
Guarulhos: dos guarus (peixes)
Ig: água
Ipanema: água ruim
Ira: quer dizer mel
Iracema: Lábios de mel
Ibiapina: Terra tosqueada
Iguaçu: é a "água grande", "rio ou lago grande".
Indaiá: é um certo tipo de palmeira
Ita : pedra; muitos lugares do Brasil têm "ita" no nome
Itaúna: pedra preta.
Itajubá : significa "pedra amarela".
Itaiçaba: Passagem das Pedras.
Jaguaribara: Morador ou habitante do rio das onças.
Jundiaí: rio dos jundiás
Jururu: triste
Jerimum: abóbora
KAOKI: Cachimbo
KATAIOBA: Veste em forma de saia
Kugnatim: moça; jovem
Membira: significa "filho" ou "filha"
Motirõ: é o "mutirão ", uma reunião de pessoas para colher ou construir algo juntos, uns ajudando os outros
Macapá: sítio onde há abundância de macabas
Mandioca: todo o mundo conhece, e a maioria adora: é o aipim, a macaxeira, uma raiz que é o principal alimento dos índios brasileiros
Morumbi: morro, colina verde
Oca: casa, cabana
Ocara: praça, centro da taba
Paraíba: rio com pouco peixe, rio ruim
Paraná: rio caudaloso
Peba: branco.
Peteca: bater de mão aberta.
Pereba: pequena ferida.
Pirá: peixe
Piti: camarão
Piranga: vermelho
Paraná: grande rio
Pará: rio
Poti: camarão.
: Amigo
Sergipe: com olhos inquietos
TORÉ: Uma religião indígena, festejo pelas coisas boas e cerimônia de homenagem aos nossos antepassados.
Taba: conjunto de malocas (maloca quer dizer casa).
Tatuapé: caminho de tatus.
Tijuca: lama, atoleiro, pântano.
UJÁ: Omamento feito de corda de croá (caroá) que colocamos na cabeça,em formato de touca.
Ubá : canoa
Uberaba: água cristalina

12 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria do significado da palavra xixová, seria possível?

    ResponderExcluir
  3. gostaria de saber como seria a expressão "serra quebrada" em palavras indigenas. me refiro a um local onde a serra some e logo depois reaparece
    alguem pode me ajudar/

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de mais informações sobre a vida indígena, cultura, e língua antes da colonização no estado do Amazonas.
    alguém poderia me ajudar:

    Alzy Souza
    souzalzy@gmail.com
    SKYPE: souzalzy
    facebook> alzysouza@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Gostei e aproveitei para trabalhar com meus alunos do 1º ano. Postarei no blog em breve...
    Abraço!
    http://www.educacaoinfantilnaescola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. otimo para o meu trabalho da escola.(nomes indigenas)

    ResponderExcluir
  7. estou estudando sobre isso e muito legal sobre indigenas

    ResponderExcluir
  8. graças a isso ganhei 9 no meu trabalho de historis haaeeeeee

    ResponderExcluir